Teus Olhos - por José Sepúlveda

Teus olhos 
 
Rios de amor descendo p'la colina 
Por entre os pedregais e os abrolhos, 
Regatos de água pura, cristalina, 
Que saltam do verdor desses teus olhos.
 
E sigo esperançoso, rio acima 
Envolto nesse olhar e vou seguindo 
Buscando nos teus olhos de menina 
O enlevo dum amor tão puro e lindo 
 
E quando atinjo o cume em paz e em Glória 
Eu sinto em mim o gozo da vitória 
No olor de cada flor em seu matiz
 
E com o teu olhar no pensamento 
Eu canto aos quatro ventos num momento 
Os versos tão singelos que te fiz.
 
José Sepúlveda
 
 
 
 

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Divulga Escritor: Revista Literária da Lusofonia

Para participar escreva email para:

smccomunicacao@hotmail.com

 

 

 

 

https://picasion.com/
 
 
 
 
Clique Aqui para Acesso gratuito a todas as Edições publicadas.
 
 
Livros em Destaque!

Para adquirir o seu exemplar Clique na imagem do livro

Brasil

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor

 
   
 

  

  
 

Contato

Divulgando Escritores! smccomunicacao@hotmail.com