Edielane Lacerda da Cruz - Entrevistada

 Viajando no tempo com A Filha do Poeta

 

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Edielane Lacerda da Cruz nasceu em Ponta Grossa (PR) em 26 de julho de 1964. Dedica-se ao magistério e às artes há mais de trinta anos e é contadora de histórias e autora de muitos projetos pedagógicos para o Ensino Fundamental. Psicopedagoga e professora atuante nos mais diversos níveis de educação, é formadora de professores, palestrante, animadora de oficinas pedagógicas, bibliotecária, arte-educadora, regente de coral, teóloga e escritora desde os 7 anos de idade. Ganhou muitos prêmios durante sua carreira, entre o quais se destacam: poesia “O conflidético” (conflito do aidético), pelo Sesc/Ponta Grossa, e “Os encantos de Itália”, no I Concurso Nacional de Poesias do Centro di Cultura Italiana (PR). Participou da Academia Pontagrossense de Letras e Artes (APLA), tendo sido responsável pelo Departamento de Teatro sob a presidência da poeta Sônia Ditzel Martello, em Ponta Grossa. Continua atuando como professora na Prefeitura Municipal de Ponta Grossa.

 

“Saber que esta obra pode funcionar como uma máquina do tempo e nos levar para muitos lugares, ou como um espaço cênico onde podemos ser o que o nosso imaginário conceber.”

 

Boa Leitura!

 

Escritora Edielane Lacerda, é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que mais a atrai nos textos poéticos?

Edielane Lacerda - Levando em consideração a forma como escrevo, o que me deixa embevecida em textos poéticos é a possibilidade do encantamento com o belo, de sentir as palavras dançando como notas musicais em um piano ou voando como uma águia ou anjo para todos os lugares, de criar novas palavras para atender ao apelo poético, de recriar significados para palavras que já existem e, principalmente, o vínculo afetivo que dos poemas pode nascer entre autor e leitor.

 

Quais critérios foram utilizados para a seleção dos textos publicados em seu livro “A Filha do Poeta”?

Edielane Lacerda –a)Na verdade, a busca do conhecimento sobre o que se escolhe escrever é importante; portanto, é um dos critérios; b) mas a inspiração é que faz do poema uma poesia, assim seguir a intuição é outro critério; c)apresentar textos poéticos de forma singela e delicada, falar do que agride sem agredir, do que fere sem ferir, de sexo sem vulgaridade, considero um elemento primordial; d) escrevertodo e qualquer conteúdo sem invadir a ideologia do outro, revela respeito; e) a busca pela empatia com a finalidade de se colocar no lugar da personagem e realmente expressar um sentimento verdadeiro para que a catarse aconteça com o leitor. Então terei certeza de que estarei em cada texto conversando com quem me lê.

 

Apresente-nos a obra.

Edielane Lacerda - A obra “A Filha do Poeta” nasceu da essência de sentimentos experimentados e recriados em personagens de cada poema. Não é uma obra autobiográfica, mas contém, com certeza, minhas impressões de mundo. Comparando-a com algumas obras recentes, pode parecer antiquada ou retrógrada, romantizada e até utópica. Se os textos não estivessem na estrutura de poemas, poder-se-ia dizer que são contos de fadas. Mas, sabem, eu acredito em tudo que transcende este universo e que parece impossível a olhos humanos. E se não fosse assim, talvez não escrevesse poemas, contos e outros textos. Esta obra é também consequência de minha educação e história de vida, pois meu pai era poeta e compositor, amante dos livros e de seu violão. Eu sou amante dos livros; as palavras são meus amores, que procuro transformar em um bordado alegre e belo para enfeitar as prateleiras vazias dos corações num tempo de tanta tecnologia de ponta. Creio que tudo um dia acaba, mas que os livros permanecerão gravados para sempre em nosso ser, como um abraço querido. Este livro, em especial, foi escrito também para que jovens e adultos que estão se alfabetizando possam lê-lo. Muitos textos foram escritos em letra maiúscula e baseados em experiências verdadeiras, como os sonhos e cochichos de muitas amizades que venho colhendo em meu caminho. Espero realmente que ele encontre um lugar em sua alma e possa descansar em sua mente e acalentar seu coração.

 

Qual o principal objetivo a ser alcançado com a publicação do livro?

Edielane Lacerda - Dar continuidade aos poemas que eram escritos por meu pai, expressar as circunstâncias que envolvem as pessoas em todos os lugares, compartilhar recados, mensagens e reflexões com o outro, adquirir capital para publicar outras obras e doar um pouco de mim àqueles que fazem missões em muitos lugares, precisamente 50% das vendas para medicamentos, livros, alimentos, roupas etc.

 

Apresente-nos um dos textos publicados na obra:

É Poesia

Em tempos de palavras

degradantes e ofensivas.

Diante dos olhos saltaram

signos linguísticos discrepantes.

A retina brilhou e a íris deu risada.

Os lábios desenharam músicas,

e batidas do coração pularam

com palavras puras, inebriantes:

gosto de quem tem alma de criança!

Dançaram celestiais letrinhas

entre tantas outras danosas.

Comoveram a alma de emoção

e doaram gentil, delicada esperança.

 

O que mais a encanta em “A Filha do Poeta”?

Edielane Lacerda - Saber que esta obra pode funcionar como uma máquina do tempo e nos levar para muitos lugares, ou como um espaço cênico onde podemos ser o que o nosso imaginário conceber.

 

Como proceder para comprar o livro?

Edielane Lacerda - Para concluir as compras no site, a indicação da editora é que os compradores entrem em contato, diretamente por e-mail, onde a compra pode ser realizada por meio de depósito bancário.O leitorpoderá retirar o livro comigo, quando chegar, mas a compra tem que ser feita na editora, este é o procedimento em relação às pessoas de minha cidade.

 

e-mail: contato@gramma.com.br

 

Para outros leitores interessados:

 

Entrem no site da editorahttp://www.gramma.com.br/, e lá terão todas as informações que precisarem.

 

O que a escrita representa para você?

Edielane Lacerda - A palavra falada ou escrita tem o poder de afetar e influenciar pessoas. Palavras podem dar vida ou levar à morte, abençoar ou amaldiçoar, fazer sorrir ou chorar. A escrita é um universo sem fronteiras, é uma composição musical traçadaem linhas, às vezes, dissonantes, mas sempreharmoniosasque levam as pessoas a dançarem ritmos esfuziantes ou fúnebres; a escrita retrata a história do mundo, do país, da sociedade ou grupo.

 

Soube que já temos livro novo no prelo. Apresente-nos os seus próximos projetos literários.

Edielane Lacerda - Bem, os próximos livros são:

DUDA E EDU E AS ESTAÇÕES- composto de quatro títulos, para crianças, baseados em conteúdos curriculares, com os textos escritos em letra maiúscula (caixa alta),e com belíssimas ilustrações, para facilitar o processo dealfabetização.

DUDA E EDU NO VERÃO

DUDA E EDU NO OUTONO

DUDA E EDU NO INVERNO

DUDA E EDU NA PRIMAVERA

 

Obs.: como sou bibliotecária em escolas, também sei quais conteúdos não existem escritos em livros infantis; assim vou anotando temas que não encontro para comprar e surgem os livros infantis.

A outra obra chama-se “O Aroma das Palavras”, é um livro composto de contos, crônicas, poesias, pensamentos e reflexões.

Estes já estão sendo encaminhados; porém, tenho uma coleção de livros de autoajuda, pedagógicos, de entretenimento, haikais, orações, meditações... que serão publicados conforme o capital entrar, das próprias vendas.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Edielane Lacerda. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Edielane Lacerda - Bem, vamos improvisar um poema:

 

Pode o mundo girar e

A tecnologia avançar,

O livro sempre vai estar

No bidê ou na sala de estar.

Dizem que vão deixar de existir

Os livros, porém, vão resistir.

Suas palavras terão sempre poder.

O “livro” nunca vai morrer,

Ele não é um objeto frio

Ou um mundo vazio.

É como um abraço, um carinho,

Daquele que se encontra sozinho.

Um beijo no rosto de uma criança,

Palavras que nos trazem esperança.

 

Edielane Lacerda Da Cruz

 

(Rs), esta é inédita, para esta entrevista.

Obrigada!

 

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

 

Contato

Divulgando Escritores! smccomunicacao@hotmail.com