Bernadete Bruto - Colunista

 

Bernadete Bruto é Natural de Recife, PE. É formada em Sociologia, analista de gestão do Metrô do Recife e atua também como poeta e declamadora, tendo três livros publicados. Suas poesias versam sobre a vida cotidiana, bem como, contem muitas reflexões existenciais, que são apresentadas numa abordagem psicossocial, sem perder, contudo, a simplicidade da forma de expressão,no desejo de atingir a todas as classes sociais. Em seus recitais, além da poesia, utiliza musicas e performances,compondo uma história,que traz alguma mensagem, no sentido de proporcionar momentos de reflexão e/ou pura diversão, uma vez que o propósito maior da autora é “falar aos corações” e deixar mensagens de alegria, esperança e fé na vida.Os recitais são realizados no local indicado pela pessoa e/ou empresa interessada.


E-mail: bernadete.bruto@gmail.com
Site: www.bernadetebruto.com

 

 

 

 

Janeiro 2014

Bernadete Bruto - Colunista

ACOSTUMADA   O COSTUME É COMO A MENTE A GUIAR UM CARRO CEGAMENTE QUANDO SE VÊ SE NÃO REPROGRAMAR A GENTE NEM SENTE! FOI PARAR NUM LUGAR TOTALMENTE DIFERENTE  
TUDO MUDA   QUANDO A GENTE PENSA NO DEFINITIVO VEM A TERRA TOMA CONTA DE TUDO E ENTERRA OCUPA SEU ESPAÇO DE TERRA ANTES TÃO CONCRETO E NEM SOBRA NADA DEPOIS QUE A CHUVA LAVA    
RESPOSTA À INGRATIDÃO   SE A GRATIDÃO SE INSTALOU SIMPLESMENTE NO CORAÇÃO TODO SANTO DIA BATE A MINHA PORTA POUCO ME IMPORTA A INCONSISTENTE INCOMPREENSÃO DA MENTE SEMPRE DOENTE PERAMBULANDO NA MINHA HORTA RASTEJANDO PELO CHÃO COMIGO NÃO INGRATIDÃO!  
DE POETAS E POESIA   CONTINUA ASSIM ESCRITA LEVE NA SUA SERVENTIA SE ESPALHA E ENTREGA AQUILO QUE O OUTRO NÃO VIA E INFLUENCIA É PARA ISSO QUE SERVE TUA POESIA    
INJUSTA MENTE   PARA QUE JULGAR, O QUE ME ENTREGA OS OUTROS? SEJA NO PRETÉRIO PERFEITO OU NO PRESENTE TÃO IMPERFEITO SE NO FINAL DAS CONTAS TUDO SERÁ DESFEITO? O MOMENTO SEMPRE É PERFEITO EU É QUE NÃO ENTENDO DIREITO    
PESSOAS DE BEM   QUANTAS PESSOAS BONDOZAS ESSE MUNDO TEM HÁ AS MALDOZAS TAMBÉM ATRÁS DE TUDO QUE LHE CONVÉM PEGANDO OS OUTROS COMO REFÉM IMPORTA É CIRCULAR ENTRE AQUELAS DE BONDADE A SUA NATUREZA DE UMA TAMANHA GRANDEZA NO FAZER O BEM. E VIVER NESSA INTEIREZA.    
MORRE UMA VIZINHA   AS PESSOAS MORREM UM DIA NUM REPENTE SOMEM DA VISÃO SEM DEXIAR PISTA SEM FAZER ALARDE SEM DIZER ADEUS AOS OUTROS E AOS SEUS SÚBITO SOMEM DA VISTA NUNCA DO CORAÇÃO.  
EGO INFLADO   SEGURO ESSE EGO INFLADO TÃO RENTE AO CENTRO AGARRADO PELA COLEIRA POIS SE ME ESCAPA COMO BALÃO FURADO SE ESPALHA POR TODO ESPAÇO ENVERGONHANDO A MIM!    
O POEMA SALVA   O POEMA AO SER INSCRITO DESPEJADO JUÍZO EM BRANCO PAPEL PASSADO A LIMPO DESDE O INÍCIO SALVA AQUELA ALMA NA BEIRA DA ESTRADA OU NO PRECIPÍCIO    
TUDO  MUDA   QUANDO A GENTE PENSA NO DEFINITIVO VEM A TERRA TOMA CONTA DE TUDO E ENTERRA OCUPA SEU ESPAÇO ANTES TÃO CONCRETO E NEM SOBRE NADA DEPOIS QUE A CHUVA LAVA      
RECIFENSE SOU DO RECIFE PROFUNDAMENTE ENRAIZADA COMO ESSAS ÁRVORES VELHAS NESTE CHÃO ESTOU FIXADA DE CORPO ALMA DE CORAÇÃO ESPALHADA NESTA TERRRA.  
MAR DE OLINDA   AMO ESTE MAR. AMEI AMAREI SEMPRE. VERDE MAR DE TODOS OS TEMPOS DOCE MAR RECONTANDO HISTÓRIAS AO SOM DAS ÁGUAS COMO UMA CANÇÃO MAR DE ÁGUAS SALGADAS TEMPERANDO MINHA VIDA MAR DE OLINDA AMADO NO FUNDO DO CORAÇÃO SEMPRE  
CABEÇA DE 60   EM MINHA CABEÇA  ACOBREADA NESTA FASE ALGO  SE RENOVA CABEÇA PRONTA PARA IDEIAS NOVAS MESMO NESSA HORA PERGUNTA PELA OUTRA AQUELA GAROTA... LÁ NO FUNDO ENCONTRA UMA ALMA SAPECA DENTRO DA  EXISTÊNCIA SERENA CUJA FACE AINDA É DE UMA MENINA MORENA.    
MOMENTO ÚNICO   AO DESFRUTAR  O VAZIO NO MEU TEMPO ESCASSO FLUI NESTE SILENCIO UMA AMPLITUDE DESFRUTO FELIZ O VÁCUO O  PRAZER DO ÓCIO NESTE MOMENTO EXTENSO UM LAPSO NO TEMPO  
ÁRVORES NO CAMINHO   VERDEJANTES VERTENTES VERDES TANTAS TONALIDADES RETOCADAS SOMBREADAS DE MARROM PRETO AMARELO TUDO TÃO SINGELO! NÃO TEM QUADRO MAIS BELO COMO ÁRVORES AGRUPADAS NA ESTRADA    
LUA  CHEIA   ROTUNDA BOLA ÀS VEZES BRANCA ÀS VEZES AMARELA QUANDO SE OLHA PARA ELA AQUI DA RUA QUEM NÃO SE ENAMORA? OH, LUA, LUA, LUA!  
GRANDE HERÓI   UM HERÓI VERDADEIRO É AQUELE QUE MAL SE VÊ ESCONDIDO POR TRÁS DA  CARCAÇA HOMEM PUXANDO A VIDA COM INTEGRIDADE CATANDO LIXO NA RUA E COM RAÇA.  
CLARA VERDADE O TEMPO MOSTRARÁ A VERDADEIRA FACE ASSIM COMO É CLARA TRANSPARENTE SEM SUBTERFUGIOS SINCERAMENTE O TEMPO DIRÁ PARA VERDADE NÃO SE MENTE    
PERANTE A INGRATIDÃO   AO ENTREGAR AO OUTRO SUA MELHOR INTENÇÃO NÃO SENDO RECONHECIDA PERSISTE A AÇÃO? SE FOI DESINTERESSADA NÃO FAÇA MAIS NADA! CONTEMPLE A DESILUSÃO NO FUNDO DO CORAÇÃO E FIQUE EM PAZ.      
DEVASTAÇÃO NA CIDADE   TRÊS TOCOS NO PÁTIO CORTARAM AQUELAS  ÁRVORES SEM DÓ, NEM PIEDADE. QUANTA MALDADE! TANTO TEMPO PRA CRESCER DERRUBADAS NUM GOLPE SÓ QUANTAS ÁRVORES AINDA SOBRAM NESTA CIDADE?    
AMOR AO METROREC   A gratidão Somente ela hoje Me fez levantar Deixar na cama O macio pijama O corpo arrastar E ir trabalhar Com o coração Cheio de amor Por esse metrô Por tudo que fui Por tudo que sou.  
COMO O VENTO   Sou como o vento Por aí solta Passando pelo mundo Posso ser um orvalho Da manhã suave Uma brisa leve Na praia Um ar abafado Em pleno calor Ou congelado nas veias No frio da alma Sou um vendaval de sentimentos Misturados Só meu centro Puro vento Não é um só Nenhum São muitos Vem...
SOBRE VELHICE   Encostados na parede Do tempo cruel E ingrato Rostos decaídos Das jovens que conheci Um dia Rostos distorcidos Envelhecidos Eu comparava a decadência E me ria Imaginando Me questionando Com qual daqueles Mais eu parecia...    
SOBRE MALDADE   A Cada vez Que uma árvore É cortada Sinto a natureza Bem dentro da alma Retalhada Natureza nua Um toco só! Cortado sem dó De forma tão crua Exposta assim No meio da rua...    
OLHOS DE FRIDA   Perante seus olhos me calo Frida Kahlo. Que mais poderia dizer? Após antever um mundo multicolorido  Olhos transbordando a determinação Para viver todos os amores A força para sentir todas as dores Escaldantes Olhos de quem soube viver Transbordando Que mais poderia...
CITADINA   Não quero uma casa no campo pra lá somente a passeio nem quero uma casa na praia naquele lugar ainda passo um veraneio. Quero permanecer na cidade como esta velha árvore fincada não quero ser transplantada! Gosto dessa mistura de toda loucura das grandes cidades    
MULHER REPARTIDA   Dividida sempre Entre o inverno e o verão Entre o frio e quente Passado e presente Um coração se reparte Encontrando o bom Em cada parte        
AINDA NOS TRILHOS   Esse caminho  - Vista tão conhecida – Tantas vezes percorrido Um dia será abandonado. Toda uma vida Largada na estrada Portanto Antes do fim Sigo com alegria Uma vida nos trilhos Sem questionar Aproveitando o percurso Dia a dia  
TEMPO ZEN   Tudo aqui A distância É calma É silencio E a vida passa Devagar Sem pressa A toda hora Aqui e agora.    
MESMO CAMINHO O caminho é o mesmo Mas o olhar Modificou-se com o tempo Vê Enxerga A transitoriedade Daquela beleza Encanta-se E aprecia Cotidianamente.    
SOBRE A VIDA                             ABOUT LIFE   Como uma árvore                         ...
O CARNAVAL É AGORA   Quantos carnavais Jazem adormecidos Ficaram para trás Detrás da máscara Esquecidos?   Quantos carnavais No meu calendário restam A chover serpentina e confete Cheios de alegria e festa?   Não julgue os carnavais de outrora Nem conte os do futuro Aproveite para...
SOBRE AMIZADE   TANTOS AMIG@S PELO CAMINHO A VIDA ME OFERTOU ESPERO PODER REGAL@S COM TODO CUIDADO E CARINHO COMO SE FOSSEM  UMA FLOR       SOBRE AMIZADE   TANTOS AMIG@S PELO CAMINHO A VIDA ME OFERTOU ESPERO PODER REGAL@S COM TODO CUIDADO E...
ETERNO BRILHO   ...E A LUZ VOLTOU! POR TODA CIDADE AOS POUCOS FOI SE ESPALHANDO  A VIDA ILUMINANDO COMO ACONTECE ANUALMENTE DURANTE O NATAL. ESPERO O DIA EM QUE ELA SE ESTABELEÇA NOS CORAÇÕES ASSIM PERMANEÇA E NÃO SE APAGUE MAIS! ETERNO BRILHO   ...E A LUZ...
PURO AGRADECIMENTO   AGRADEÇO TODO DIA COM ALEGRIA TODA NATUREZA A CONTEMPLAR   AGRADEÇO AO AMIGO ACOLHENDO-ME  COM CARINHO DANDO-ME ABRIGO   AGRADEÇO ATÉ AO INIMIGO CADA DIA A ME GUIAR  APONTANDO PARA MEU UMBIGO POSSIBILITANDO...
NA  ACADEMIA   MANTENDO-SE ATENTA TODO O TEMPO SEM AÇÃO RESISTINDO AO CAOS INEXORAVEL  MENTE  SOBRE XIS DA QUESTÃO NA  ACADEMIA   MANTENDO-SE ATENTA TODO O TEMPO SEM AÇÃO RESISTINDO AO CAOS INEXORAVEL  MENTE  SOBRE XIS DA...
MUITO PESADA   A BALANÇA BALANÇA ABALANDO SOB O PESO PESADO DA NOSSA ESTRUTURA   TANTOS PESOS NESTA VIDA DESAFIANDO A ENVERGADURA POR QUE ESTE A MAIS NA BALANÇA BALANÇA TODA ESTRUTURA? MUITO PESADA   A BALANÇA BALANÇA ABALANDO SOB O PESO PESADO DA...
NO CAMPO   AQUELA QUE VÊ - TAMBÉM LÊ - NÃO É A MESMA DEPENDE DO TEMPO  DO OLHAR DESSE MOVIMENTO SEMPRE MENOS DA MENTE MAIS DO QUE SENTE NO CAMPO   AQUELA QUE VÊ - TAMBÉM LÊ - NÃO É A MESMA DEPENDE DO TEMPO  DO OLHAR DESSE...
ALMA REPARTIDA   DIVIDIDA SEMPRE ENTRE O INVERNO E VERÃO O FRIO E O QUENTE PASSADO E PRESENTE NA DUALIDADE UM CORAÇÃO SE REPARTE ENCONTRANDO O BOM EM CADA PARTE    
OLIVIA   A POESIA DA VIDA É UMA MENINA NA MAIS TENRA IDADE SUA PRESENÇA É CHEIA DE RIMA E SONORIDADE É UM ENCANTAMENTO A EXPRESSIVIDADE DESTA MENINA A TODO MOMENTO UMA LINDA COTOVIA PURA POESIA VIVA QUE SE CHAMA OLIVIA.    
DESGOSTOSA  MENTE   O GOSTO AMARGO NA BOCA É O REMÉDIO RUIM EMPURRADO PELA VIDA GOELA ABAIXO MUITAS VEZES SEM SAÍDA OBRIGANDO A EXPERIMENTAR O AMARGOSO GOSTO DO DESGOSTO IMPOSTO PELOS OUTROS. E EU  AQUI A DIVAGAR... DEVO DAR ESSSE GOSTO?        
ENCONTRO FAMILIAR   UM SALÃO CHEIO DE PARENTES TODO ENFEITADO PARA AQUELA FESTA MUITAS GERAÇÕES SEPARADS PELO ESPAÇO REUNIDAS NUM DIA COMEMORANDO A VIDA A ALEGRIA NÃO HOUVE ESPAÇO PARA DOR SENTI A PRESENÇA DE MEU PAI E MINHA MÃE ATÉ DE MEUS AVÓS NAQUELE DIA NUM SALÃO CHEIO DE PARENTES A ORDEM...
SOBRE GRATIDÃO   QUANDO VOCE SE DISPÕE INSISTENTEMENTE NA TEIMOSA PROCURA PELO SEU IDEAL AS PESSOAS CHEGAM CHEIAS DE PRESENTE SEMPRE (NUNCA PARA SEU MAL) AGRADEÇA A ELAS SEMPRE SEMPRE E SEMPRE.        
​O QUE É SER ESCRITOR   SER ESCRITOR É VIDA PLENA DE SINTONIA  COM PALAVRAS REPLETAS DE ALEGRIA, TRISTEZA OU DOR ESCREVE COM TODA ENERGIA E POR QUALQUER RAZÃO​ ​- NA PROSA OU NA RIMA - PALAVRAS VINDAS DO CORAÇÃO ESCREVE SEMPRE O...
DE AMOR E DE CUMPLICIDADE   UM CASAL VELHINHO CAMINHANDO A PASSOS PARCOS ELE TRÔPEGO ELA NO SEU AMPARO JUNTOS NA CUMPLICIDADE DEVAGARZINHO AVANÇANDO SEU DESTINO ENFRENTANDO A PASSOS PARCOS NA CUMPLICIDADE AVANÇANDO JUNTOS ATÉ O FIM!    
TEMPO DE PAZ   Quando a vida sucede em ordem Tão tranquila e suave Em tudo que se faz Surge uma alma apaziguada Seguindo serena na estrada Sem se preocupar com nada Chega enfim a estação da paz  
MIRAGEM DE VIDA   Refletindo o vidro A paisagem Um olhar Sobre o mundo Tudo tem nexo Assim somos também Um com o outro Como num espelho Puro reflexo!      
FORTE EMPATIA   As dores do mundo Tão perto de mim As dores do outro No parto da vida Dores viscerais Queimando bem fundo Dentro do meu peito Toda dor do mundo Do outro  Tão forte Doendo em mim.    
1 | 2 | 3 >>

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Divulga Escritor: Revista Literária da Lusofonia

Para participar escreva email para:

divulga@divulgaesc

ritor.com

 

 

 

 

http://picasion.com/
 
 
 
 
Clique Aqui para Acesso gratuito a todas as Edições publicadas.
 
 
Livros em Destaque!

Para adquirir o seu exemplar Clique na imagem do livro

Brasil

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor

 
   
 

  

  
 

Contato

Divulgando Escritores! smccomunicacao@hotmail.com