Adriana Freitas - Colunista

Escritora Adriana Freitas, mora em Recife – PE -  é graduada em Licenciatura em Ed. Artística, hab. Artes Cênicas (Teatro) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-graduada em Jornalismo Cultural pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Autora dos livros: Naquela Praia, Essa Noite e Praia Nova.

Facebook

 

 

Dez 2013

Adriana Freitas - Colunista

SEM FORMAS A arte não tem que ser bonita. A arte não tem que ser. Ela só tem que ser ela mesma. Sem conceitos. Sem fórmulas. Ou formas definidas. Sem padrão ou modismo. Sem discussões sem sentido. Que transforma a arte em qualquer outra coisa. A arte não precisa ser política. Didática. Educativa. A...
INVENTOS Quando as nuvens não têm desenhos. Eu os invento. Imagino cenas. Crio situações. Desenho nos meus pensamentos. Imagino histórias. Viajo com os pés no chão. Saio de mim  Mas volto em instantes. Sem preguiças. Às vezes trago sorrisos. Às vezes não. Depende da história. Nem sempre sou...
EXPRESSÃO   Quando eu não tinha nada pra falar Não me calei. Escolhi palavras aleatórias. Falei demais. O que devia e o que não devia. Apenas para quebrar o silêncio. Apenas para sair do lugar. Quando era pra falar  Não disse nada. Palavras certas eu tinha  Mas todas me...
CONTROLE  Nada deveria abalar a minha paz. Buzinas de carros. Trânsito congestionado. Pessoas mal-educadas.  Nada deveria abalar a minha paz. Respiro fundo. Conto até dez. Depois eu grito. Falo em desabafo. E então me equilibro. Adriana Freitas     
SÓ MAIS UMA CHANCE Só mais uma chance. Mais uma noite. Mais uma dança. As oportunidades passam E não voltam mais. E amargam o paladar. E irritam a pele. Como birra de criança. Como um tempo perdido. O amor que não veio. Ou passou e não vimos. A música que não tocou. A dor que fingimos. Mais uma...
ESSENCIAL          Lá fora o tempo se agita. Meu coração segue em paz. Momentos felizes. Mesmo com toda a agitação dos dias. Sigo tranquila. De bem com a vida. De bem com o amor. Em harmonia. A paz é aqui dentro. Assim como a felicidade A explorar o...
CONCÓRDIA  Hoje eu só quero a minha paz. Não tenho pressa e nem promessas. Viver em paz já me basta. Fugir das correrias e dos prazos. Ter consciência dos meus passos. Um dia de cada vez. Um gole por vez. Sem pressa. Sem agonias e afobações. Sem atropelar os meus passos. Ando em paz. Com os...
SIMPATIA   Já não era sem tempo. Passatempo. Cata-ventos. Relacionamentos. Casamentos. E os sentimentos se confundem Entre o ter e o ser. As prioridades se agitam Desencaixam. Nada fica no lugar. Perde-se o tempo. Passam-se os ventos. Nem sim nem não. Sem altar e sem lua de mel. Até se...
INTROVERSÃO   Minhas mãos querem se mexer. Mas aí não sei o que fazer. Quero apenas o movimento. Quero apenas passar o meu tempo. Ter com que me entreter. Organizar as ideias. Perder o foco da conversa. Ficar comigo mesmo. Pessoas falam. E apenas escuto. Minhas mãos não param. Rabiscam rosas...
EFÊMERO   Foi num piscar de olhos. O tempo passou. E continua passando. Não desperdicei o meu tempo. Nada foi em vão. Até os dias ruins. Até as minhas decepções. Foi tudo aprendizado. Foi tudo formação. Sou fruto das minhas vivências. Das minhas escolhas. Certas ou erradas. Não importa. O...
DIARIAMENTE   Tenho muito mais amigos que o tempo poderia me dar. Amizades que não se medem. Amigos que eu sempre posso contar. Que estão quando eu preciso. Amigos que não conto nos dedos. Não faço soma. Amigos que levo comigo. Cada um com o seu jeito. Cada um com os seus defeitos. Eu aguento...
ALENTO   É tempo de amor É tempo de amar. Sem conceitos. Sem gêneros. Sem fronteiras. Para amar não é preciso passaporte. É só amar. Sem restrição de idade. De cor. De raça. Sem complicações. Imposições e condições. Quando se ama. Não se exige. Não se pede retorno. Quando se cobra. É...
FADO   Às vezes é melhor deixar ir. Têm histórias que estão fadadas ao fracasso. Têm histórias que já começam errado. Com data para terminar. Mas não percebemos, muitas vezes até insistimos até o último momento. Até a dor...
GIROS   Bom mesmo são as voltas que o munda dá. As curvas da estrada. As surpresas da vida. Bom é acordar todas as manhãs com um sorriso no rosto. Seja cedo ou tarde. Seja quente ou frio. A vida é imprevisível. Não se dá para planejar tudo. O bom é adaptar-se. É sair do marasmo. Não se dá para...
AFOGO Eu não vou me matar. Mas às vezes gostaria de morrer. Fugir de mim. Sumir. Deixar de sentir Toda essa agonia que sufoca o peito E me inunda. Aí transbordo em lágrimas. Na tentativa de aliviar toda a pressão Que não sei de onde vem. Só sei que paralisa o meu riso. Aí escrevo. Invento...
IRMANDADE   Amizade se faz necessário. É uma necessidade. Precisão. Principalmente em tempos difíceis. Não importa o número. Não importa a quantidade. O que importa é o amor. O que importa é a autenticidade. Se for verdadeiro Pode ser apenas um. Mas que se possa contar. Certeza na...
DEPRESSÃO               Não é a dor que machuca o peito. É o medo. O desconhecido. A falta de motivos. A falta de explicações. O não saber da onde vem a angústia. E ela fica e você sente e luta. Sente e tenta não se...
O Amor em Desabafo   Há muito que venho pensando. Não gosto de me expor. Quem me conhece já sabe, não exponho muito o que sinto publicamente. Só quem está comigo diariamente sabe dos meus planos, dos meus medos, dos meus sentimentos. Falar de mim nunca foi o meu forte. Falo pelos cotovelos,...
DECURSO   Só quero dizer que a gente se refaz. Eu me refiz. Me recuperei daquela dor. Eu já nem choro e nem sinto a sua falta. Só me lembrei de você porque você me fez lembrar. Mas quer saber? Essa lembrança não me causou nada. Nem dor nem saudade. Muito menos alegria. Eu nem lembrava da sua...
CONEXÃO   Acho que falta mais conversa. Mais olho no olho. Conhecer o outro. Ouvir suas histórias. Conhecer suas dores. Dar tempo a correria da vida. Trabalhos, metas, contas. E gastar um tempo conhecendo E reconhecendo amigos. Cada um tem o que expor. O que dividir. Podemos somar. Só temos a...
SAÍDAS  Se o silêncio dissesse o que as palavras não são capazes de proferir. Se o silêncio não gritasse aos ouvidos dizendo o que não se quer ouvir. Se as palavras não ditas fizessem sentido. Se o silêncio não fosse permitido. Se o silêncio trouxesse paz. Ele responde e nem sempre é...
SENTIMENTOS E SENSAÇÕES Quando os meus pensamentos não me bastam. Quando olho para os lados e não me encontro. Quando saio a esmo. Quando não me vejo. Quando não sei o que quero. Quando não consigo entender o que sinto. Quando não tenho paz e nem conflito. Quando apenas sigo Sem saber o que...
PAIXÕES E aquele frio que congela o estômago. Faz o coração bater de forma estranha. Suspiros saem inconscientemente. Vontades e desejos se misturam Com o medo de não se ter quem se quer. As borboletas habitam e se agitam Num estômago já fragilizado Pela incerteza do depois. E o que se pode...
MOMENTOS E agora que eu gosto de você O que é que eu faço? Antes era mais fácil. Protegia-me na minha solidão. E agora que penso em você Não sei qual vai ser o próximo passo. Você diz não querer se envolver. Mas sempre acaba nos meus braços. Prefiro deixar como estar. Esquecer o passado. Deixa-lo...
Segundas Manhãs de segunda-feira não me trazem mais medo, angústia, ansiedade, preguiça ou qualquer sentimento que me pare. Resolvi acordar cedo nas segundas com um sorriso no rosto. É o primeiro dia da semana e que comece bem. E que seja produtivo. E que seja feliz. Nem sempre as semanas são...
DESABAFO Não vou mentir dizendo que não sinto medo. Não é falta de fé. É só o desconhecido que se apresenta a porta. Ocultando as faces.  Não mostrando o rosto. Então eu sinto medo. Sento de lado e choro. Não é falta de coragem. Ela está comigo. Mas me permito chorar. Sou humana. Com...
AGRADECIMENTO   Chegou o tempo de agradecer. As conquistas não forma todas concretizadas, mas continuar no caminho sem desvios, já é uma vitória. A família, os amigos, o amor que chegou e veio disposto a ficar. Tudo é motivo para ser feliz, agradecer e celebrar. Até os obstáculos, as dores, eu...
O MACHISMO NOSSO DE CADA DIA               Um dia um amigo tentou me fazer um elogio. Ele até disse: - “essa frase é machista, mas você dirige como homem”. Ele não quis dizer que eu dirigia displicentemente, ou de forma agressiva, ele...
ODE AO DESAPEGO   Objetos podem durar a vida inteira. E mesmo assim não devemos nos apegar a eles. O desapego deve ser estendido a pessoas e objetos. Não são propriedades. Estão com a gente. Não são da gente. Saudades se sente. Apreço se tem. Mas nada é nosso. Nada nos pertence. Pessoas vêm e...
NECESSIDADES   Mesmo nas adversidades sorrir é preciso. Ninguém tem obrigação de secar suas lágrimas. Ninguém tem o ombro disponível para oferecer a todo o momento. Bom humor deve ser inerente ao ser humano. Não é preciso mostrar os dentes a todo hora. Mas choros constantes cansam os ouvidos...
DOS AMIGOS   Não sei se há incondicionalidade na amizade. Mas amizades de verdade enfrentam o tempo, divergências, dessabores, amores, contratempos, dias ruins, o que for. Amigos se irritam, magoam, tiram do sério. Os amigos nos colocam em enrascadas, nos levam para o mal caminho. Às vezes...
SAMBA A DOIS   Sempre ouvi a frase “cuidado com o que você pede”, “cuidado com os seus sonhos, eles podem se realizar”. Não é exatamente sobre sonhos que quero falar, mas sobre desejos, vontades. Aquilo que o coração anseia,...
QUAL É O SEU NÚMERO?               Desde que nos entendemos por gente aprendemos a conviver com números. Sou a segunda filha de um número de quatro. Na chamada da escola, geralmente, era número um pelo meu nome começar com...
O AMOR EM UM ATO   O cenário é parecido. Sempre é um quarto, iluminação branda ou quase nenhuma. Quando se tem luz. Quando não é preciso usar os outros sentidos para enxergar. Não se encontra o outro com dificuldade. Pois já se sabe aonde ele vai estar. Uma cama, que pode ser de casal ou de...
1 | 2 | 3 >>

Contato

Divulgando Escritores! smccomunicacao@hotmail.com