A Borboleta - por José Sepúlveda

A borboleta

 

No seu casulo escuro e tão fechado

A larvazita um dia apareceu 

E foi permanecendo o tempo achado

Suficiente... E por ali cresceu.

 

E o tempo se passava e eis-senão-quando

No informe corpo algo aconteceu

E um par de asitas nasce com desmando

E a borboleta linda apareceu

 

E lentamente se desenvolvia

Num tempo sem ter tempo. Até que um dia

Do seu casulo escuro se fartou...

 

Deixou essa prisão e de repente

Abriu as suas asas e, imponente,

Lançou-se ao vento... e pelo céu voou!...

 
 
 
 
 
 
 

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Divulga Escritor: Revista Literária da Lusofonia

Para participar escreva email para:

divulga@divulgaesc

ritor.com

 

 

 

 

http://picasion.com/
 
 
 
 
Clique Aqui para Acesso gratuito a todas as Edições publicadas.
 
 
Livros em Destaque!

Para adquirir o seu exemplar Clique na imagem do livro

Brasil

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

         

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor

 
   
 

  

  
 

Contato

Divulgando Escritores! smccomunicacao@hotmail.com